Cooperativa agroindustrial APPC inaugura novo galpão e ampliação de packing house


Empreendimento foi viabilizado pelo governo estadual - Projeto Microbacias II - Acesso ao Mercado, investimento de mais de R$ 1 mi.
Novo galpão tem 1.000m² / Fotos: Sérgio Santos.

Os agricultores da cooperativa agroindustrial da Associação Paulista dos Produtores de Caqui (APPC), sediada em Pilar do Sul, estão com motivos de sobra para sorrir.

Com as presenças do secretário de estado de agricultura e abastecimento, Arnaldo Jardim, e do coordenador da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), João Brunelli Júnior, foi inaugurado no sábado, 14 de outubro, um novo galpão e a ampliação do packing house da APPC, que servirá para a seleção e embalagem de frutas, melhorando a logística de distribuição dos produtos da organização rural, que tem como foco a fruticultura.

O empreendimento teve um investimento total de R$ 1.040.872,48, sendo R$ 728.610,74 apoiados pelo Projeto Microbacias II – Acesso ao Mercado, com uma contrapartida de R$ 312.261,74 por parte da Cooperativa APPC, que conta com 38 agricultores associados, que serão beneficiados com o empreendimento.

Com 17 anos de existência, a Cooperativa Agroindustrial APPC iniciou suas atividades como Associação de Caqui, em 2000. Em 2012, os associados do núcleo de Pilar do Sul fundaram a Cooperativa Agroindustrial APPC, com o objetivo de realizar a comercialização de seus produtos. Atualmente, a organização rural representa um grupo de produtores rurais – a maioria descendentes de imigrantes japoneses – com foco na produção de frutas, como uvas, atemoias, ameixas, nêsperas, pêssegos, lichias, entre outras.

Em 2016, a Cooperativa Agroindustrial APPC foi beneficiada na quinta Chamada Pública do Projeto. À época, os cooperados adquiriram um packing house de frutas e um caminhão-baú, além de adequação de uma unidade para processamento, equipamentos para classificação, embalagem e armazenamento de frutas e construção de duas câmaras-frias, no valor total de R$ 1.154.953,00. Com vocação para o futuro e desejo de almejar novos mercados, os cooperados foram novamente beneficiados, desta vez na sexta Chamada Pública, adquirindo um novo packing house, uma câmara frigorífica e um túnel californiano (equipamento que permite o resfriamento rápido das frutas), que foram entregues no último dia 14 de outubro.

O secretário Arnaldo Jardim enfatizou a relevância do Projeto Microbacias II para a agricultura paulista. “A conquista de um packing house garante a motivação dos nossos produtores rurais e isso muda a vida do agricultor”, destacou. “São medidas que emancipam os produtores rurais e permitem que eles caminhem com as próprias pernas, aumentando sua produtividade, além de gerar emprego e renda. O governador Geraldo Alckmin é um admirador desse Projeto” disse.

Para o presidente da Cooperativa Agroindustrial APPC, Carlos Akira Morioka, o packing house só tem a contribuir com os cooperados. “Esse empreendimento é de suma importância, pois os cooperados poderão se dedicar à produção de frutas, ao passo que, no galpão, faremos a seleção para mantermos o padrão das frutas”, disse. “Sem a CATI, jamais conseguiríamos avançar com a qualidade e rapidez que avançamos”, concluiu o presidente.

Corroborando a opinião de Morioka, o produtor Milton Oda afirma que poderá direcionar seus investimentos na produção. “O packing house permite eficiência no que diz respeito à comercialização. Dessa forma, posso direcionar meu investimento na produção”, afirmou.

Mauro Castellani e Luiz Antonio Proença, diretor da CATI regional Sorocaba e responsável pela Casa da Agricultura de Pilar do Sul, respectivamente, disseram que auxiliaram a APPC na elaboração da Proposta de Negócio, o que permitiu que a organização rural recebesse os incentivos do projeto a fim de trabalhar de forma sustentável. A CATI regional Sorocaba possui 22 projetos integrantes do Microbacias II – Acesso ao Mercado.

Para o coordenador da CATI, João Brunelli Júnior, o sucesso de uma organização rural depende da forma como ela é gerida. “O Projeto Microbacias II – Acesso ao Mercado chega em sua fase final, que é a da implantação dos negócios. Sabemos que o sucesso vem com o tempo, a partir do momento em que eles consigam usufruir da infraestrutura da forma correta, bem como a identificação de novos mercados”, explicou o coordenador da CATI, concluindo que “quanto mais transparente for a gestão, maiores são as chances de sucesso”.

Produção e exportação

A APPC conta atualmente com 25 funcionários, com potencial de ampliação, produz e processa uva, caqui, ameixa, atemóia, pêssego, nectarina, kinsei, lichia, nêspera, ponkan, tomate, pepino, pimentão, abobrinha e chuchu, de janeiro a dezembro.

A cooperativa exporta anualmente 100 toneladas de atemóia, 25 toneladas de caqui e 15 toneladas de kinsei, nêspera e uva para diversos países da europa, américa central e ásia e está em expansão de novos mercados em outros países.

Galpão

O novo prédio tem 1.000m² e será utilizado para depósito e despacho dos produtos e abrigará o setor administrativo da APPC.

O galpão foi confeccionado utilizando elementos pré-moldados em concreto aparente. Todas as peças, desde os painéis de fechamento, pilares, vigas, estrutura metálica em aço e as portas de correr automáticas, foram fabricados em Pilar do Sul pela Engeba Engenharia, do engenheiro Edson Batista.
Prefeito Toninho da Padaria, Carlos Akira Morioka, Arnaldo Jardim e João Brunelli Junior descerrando a placa inaugural / Fotos: Sérgio Santos.
Secretário Arnaldo Jardim sendo presenteado com frutas da APPC / Fotos: Sérgio Santos.


Padre Elias Soares Júnior abençoou o novo prédio / Fotos: Sérgio Santos.
Carlos Akira Morioka - presidente da APPC / Fotos: Sérgio Santos.
Secretário Arnaldo Jardim / Fotos: Sérgio Santos.
Prefeito Antonio José Pereira / Fotos: Sérgio Santos.


Mauro Roberto Castelani (Escritório Devesa Rural em Sorocaba) / Fotos: Sérgio Santos.


Karla Pagianotto, presidente da Câmara Municipal / Fotos: Sérgio Santos.


João Brunelli Junior (coordenador geral da CATI) / Fotos: Sérgio Santos.

Tatsuro Yamaguti (diretor da empresa CKK Brasil) / Fotos: Sérgio Santos.
Vereadores Brisola, Takashi, Karla, Clayton e Luiz Antonio entregando uma 'Moção de Aplauso' aprovada pela Câmara Municipal à APPC / Fotos: Sérgio Santos.

O galpão foi confeccionado utilizando elementos pré-moldados em concreto aparente. As peças, desde os painéis de fechamento, pilares, vigas, estrutura metálica em aço e as portas de correr automáticas, foram fabricados em Pilar do Sul pela Engeba Engenharia / Fotos: Sérgio Santos.

Compartilhar no Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. Editor responsável pelo Blog do Sérgio Santos. Registro de Jornalista MTB 51.754 / SP.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. Que Deus abençoe a nossa querida cidade e cada dia mais tenha mais emprego e renda a todas as famílias. E nunca falte Deus nos corações.

    ResponderExcluir