Quadrilha explode agência bancária em Pilar do Sul


Foto: Divulgação.
A agência do Banco do Brasil de Pilar do Sul foi completamente destruída em um ataque a bombas na madrugada desta quarta-feira (28), no mais violento ataque a banco já registrado na cidade.

A ação dos criminosos teve início por volta de 3h10 e durou por cerca de meia hora, tempo suficiente para deixar um rastro de destruição e a população, principalmente vizinhos, em pânico.

A mesma agência havia sido explodida em 24 de abril do ano passado e passou por ampla reforma, que incluiu reforço nas paredes e estruturas do cofre central.

Por conta disso, os criminosos utilizaram explosivos com maior poder de destruição. “Foram três explosões e mais de 60 tiros”, disse uma vizinha. “A primeira explosão foi fraca, mas as outras duas fizeram tremer as paredes da minha casa. Ficamos em pânico”.

Os caixas de atendimento automático não foram afetados. Já o cofre foi explodido e o dinheiro, quantia não divulgada, furtado.

Durante a ação, enquanto parte do bando explodia o banco, outra efetuava disparos de fuzis e pistolas. Um dos tiros acertou um transformador em frente a agência e deixou parte da região sem energia elétrica. Ainda pela manhã, o equipamento foi substituído a energia religada.

Segundo as informações apuradas no local, os criminosos estariam em pelo menos três carros e duas motocicletas e ficaram estrategicamente espalhados nas imediações do banco.

Em um posto de combustíveis, um frentista foi feito refém e obrigado a deitar no chão, assim como dois motociclistas que também foram rendidos e permaneceram durante todo o tempo em poder dos criminosos.

O motorista de um caminhão que seguia de Sarapuí para Itanhaém também foi rendido o obrigaram a atravessar o caminhão na avenida Dom Lúcio Antunes de Souza e interceptar o tráfego para evitar uma possível aproximação econfronto com a polícia.

Segundo testemunhas, os bandidos tentaram parar um carro, mas o motorista se assustou e fugiu. Um dos larões atirou na direção do veículo, mas não acertou.

Por meio de nota, a Polícia Militar informou que “ao tomar conhecimento do ocorrido, imediatamente tomou medidas de segurança e solicitou apoio das cidades vizinhas para realização do cerco a fim de frustrar a fuga dos infratores” e que “conta com a população para o fornecimento de informações que permitam ações de combate à criminalidade e promoção da justiça, utilizando-se para isso os telefones 190 da Polícia Militar e o 181 do Disque Denúncia”.

Por conta dos estragos, o Banco do Brasil informou que a agência ficará fechada e que não há uma previsão da retomada do atendimento ao público.

Até o fim da noite, nenhum suspeito tinha sido preso.

Fonte: Portal Pilar News - Para ver mais fotos clique aqui

Compartilhar no Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. Editor responsável pelo Blog do Sérgio Santos. Registro de Jornalista MTB 51.754 / SP.
    Comentar
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário