Pilar do Sul tem seis casos de dengue e um de chikungunya


A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do setor de Controle de Vetores e Vigilância Epidemiológica, informou na manhã desta sexta-feira (24/5) que foram registrados seis casos de dengue e um de chikungunya em Pilar do Sul no ano de 2019 e que, no momento, um caso suspeito de dengue está em investigação.

Dos casos de dengue, dois foram importados e quatro autóctones, ou seja, contraídos no próprio município. Já o caso de chikungunya foi importado – contraído fora do município.

As pessoas infectadas pela dengue, uma é do Jardim Nova Pilar e cinco do centro. O caso de chikungunya foi registrado no bairro da Lavrinha, na zona rural.

Segundo a Vigilância Epidemiológica, em 2018 foi registrado apenas um caso de dengue e nenhum de chikungunya. Em 2015 houve um surto da doença com 33 casos de dengue no município.

A Secretaria de Saúde alerta a população para que redobrem os cuidados em suas residências quanto a recipientes que possam acumular água e causar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da doença, e colabore para evitar mais contaminações.

A Secretaria de Saúde informou que, desde que foram confirmados os casos, intensificou a fiscalização e orientação para os moradores nas áreas infectadas, realizando bloqueio epidemiológico no entorno das residências dos pacientes, bem como em seus locais de trabalho, com delimitação da área e de identificação e eliminação do foco do mosquito Aedes Aegypti.

Em caso de suspeita de contaminação, a pessoa deve procurar imediatamente um posto de saúde mais próximo, ou a Santa Casa, para que o caso possa ser avaliado e tomadas as providências necessárias.

Casos de Dengue: 
• Jardim Nova Pilar II - 1
• Centro - 5

Chikungunya: 
• Bairro da Lavrinha – 1
Foto: Rodrigo Méxas e Raquel Portugal/Fundação Oswaldo Cruz.

Compartilhar no Google Plus

Sobre Sergio Santos

Jornalista, radialista e publicitário. Editor responsável pelo Blog do Sérgio Santos. Registro de Jornalista MTB 51.754 / SP.
    Comentar
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário